Milan pode pagar R$ 490 milhões por dupla do Real Madrid

0

Em busca de retornar ao tempos de glórias o Milan deve investir pesado em reforços na próxima janela de transferências. Com a venda do clube italiano para investidores chineses, o dinheiro que será investido pelos asiáticos deverá ser destinado a contratações de peso, que possam colocar novamente o time entre os principais do futebol europeu.

E os primeiros reforços de peso podem vir do Real Madrid, já que o grupo chinês que comprou o Milan tem duas prioridades para o meio do ano, o meio-campista Isco e o atacante Morata, ambos do clube espanhol. Segundo o jornal As, o empresário Yonghong Li já se comprometeu a investir cerca de aproximadamente R$ 492 milhões nos dois reforços.

O Milan quer aproveitar o momento de descontentamento de Isco e Morata no Real Madrid para conseguir fechar as contratações. A dupla já reclamaram pelo fato de não estarem entre os titulares do clube espanhol, aliás o meio-campista já declarou que analisará propostas no meio do ano, já o atacante também não descarta deixar o Real em breve.

Álvaro Morata é um desejo em especial dos donos do Milan, isso porque o atacante foi destaque em sua passagem pela rival Juventus e tem sempre seu nome ligado a uma possível volta ao time de Turim. A contratação de Morata pelos rossoneros venceria uma queda de braço com a Juve, fato que deixar os investidores chineses ainda mais empolgados pelo possível reforço.

Conforme acordado nos três primeiros anos de contrato, o grupo chinês desembolsará cerca de 350 milhões de euros, algo em torno de R$ 1,148 bilhão, em novas contratações para o time. Caso não consiga avançar nas negociações e fechar as contratações de Isco e Morata, o clube italiano tem como alternativas os atacantes Sergio Aguero e Alexis Sanchez, dupla vem sendo especulado nos bastidores da equipe.

Deixe seu comentário
SHARE