Após derrota Marcelo Oliveira deixa o comando do Palmeiras

0

Apesar de não ter comandado o Palmeiras na derrota desta quarta-feira para o Nacional-URU, no Allianz Parque, em virtude de uma suspensão, Marcelo Oliveira foi demitido pelo clube. Após o revés por 2 a 1 para os uruguaios, o diretor Alexandre Mattos anunciou a saída do treinador, campeão da Copa do Brasil de 2015. Alberto Valentim assume interinamente o clube de Palestra Itália a partir desta quinta.

Marcelo Oliveira chegou ao clube alviverde em junho do ano passado, ele encerra a passagem com 53 jogos (contando com o desta quarta) no currículo. Foram 23 vitórias, 11 empates e 18 derrotas no comando da equipe de Palestra Itália, números que tornaram o trabalho do treinador questionável, apesar da taça conquistada no fim de 2015.

O treinador viveu altos e baixos durante os oito meses de Palmeiras. A estreia diante do torcedor na nova arena foi a melhor possível: goleada por 4 a 0 e atuação soberba contra o arquirrival São Paulo.

No entanto, o início positivo durou pouco. O futebol da equipe, apesar das muitas contratações ocorridas por obra do diretor de futebol Alexandre Mattos, caiu, e o Palmeiras deixou de brigar pelas primeiras colocações na reta final do Campeonato Brasileiro.

Os resultados ruins no fim da Série A eliminou as chances de o clube alviverde, no mínimo, disputar uma vaga para a Libertadores deste ano. A queda resultou no aumento das críticas para a final da Copa do Brasil, ainda mais depois da primeira partida da decisão, na qual a equipe acabou dominado pelo Santos na Vila Belmiro e perdeu por 1 a 0 que saiu barato.

No Allianz Parque,  o pressionado treinador comandou a equipe para uma das melhores atuações do segundo semestre do ano passado. O triunfo por 2 a 1 e a conquista do troféu, ocorrida somente na decisão por pênaltis, deram sobrevida ao comandante, que iniciou 2016 agraciado com mais oito reforços.

Nesse início de temporada, porém, a pressão se tornou insustentável. Com mais uma derrota nesta quarta-feira para o Nacional-URU, Marcelo somou o quinto tropeço em casa na temporada, quatro deles ocorridos no Allianz Parque.  Os resultados ruins diante do torcedor palmeirense e o futebol aquém do nível esperado pelo investimento resultaram na decisão drástica de trocar o comando técnico do Palmeiras ainda em março.

 

Foto: Cesar Greco / Fotoarena

 

Deixe seu comentário