Criticado pela torcida, Michel Bastos deve deixar o São Paulo em 2017

0

A situação de Michel Bastos no São Paulo fica cada vez mais complicada. O meia está descontente no clube, e a comissão técnica não está satisfeita com o desempenho e com a parte fisíca, assim o jogador não foi relacionado novamente, desta vez para a partida desta segunda, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro.

O confronto que será realizado no estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita, Rio de Janeiro. O mais curioso é que Michel Bastos havia sido titular no empate por 1 a 1 com o Sport, há duas rodadas atrás. Teve desempenho considerado regular e acabou substituído no segundo tempo da partida, para ser poupado pois não atuava fazia tempo.

A partida contra o Fluminense será o oitava em que Michel Bastos fica fora da relação desde que o técnico Ricardo Gomes chegou, ele comandará o time pela 13ª vez. O vínculo do jogador com o São Paulo expira apenas em dezembro de 2017, mas sua permanência já é descartada pelos tanto pelo clube quanto pelo atleta, que almeja novos ares ano que vem.

O empresário do jogador acredita que Michel não terá mais paz com a torcida para poder voltar a jogar um bom futebol. Já a diretoria do São Paulo planeja lucrar com a saída do meia. Ciente que o atleta tem mercado no futebol brasileiro, a meta é fazer uma troca para reforçar a equipe na próxima temporada, e o primeiro clube a demonstrar interesse foi o Cruzeiro.

Michel Bastos foi um dos atletas agredidos pela torcida na invasão no CT da Barra Funda em 27 de agosto. Sua relação com a torcida é a pior possível há tempos. Os são-paulinos reclamam do comportamento do jogador que, no entanto, teve bons momentos no primeiro semestre, quando marcou gols importante na disputa da Copa Libertadores, ainda sobre o comando de Bauza.

 

Foto: Divulgação

Deixe seu comentário