Alan Kardec rescinde na China e encaminha acordo com o Botafogo

A crise do futebol chinês garantiu a liberação de mais um jogador brasileiro, nome da vez é o centroavante Alan Kardec, que está livre no mercado. Depois de muita negociação o jogador alegou estar com cinco meses de salários atrasados na China, o que acelerou a rescisão com o Shenzhen FC, clube chinês que vive uma enorme crise econômica e se viu sem opções na hora de negociar com Alan Kardec.

Por isso, o atacante pode ser contratado imediatamente por qualquer clube brasileiro, e como está sem vínculo com clube algum, sua vinda não depende da atual situação da janela de transferências. Com isso, seu nome começou a ser comentado nos bastidores de diversos clubes brasileiros, que estão à procura de um centroavante artilheiro para a temporada de 2022.

O primeiro deles é o Palmeiras, que tem uma grande necessidade para a função. Porém, o negócio esfriou nos últimos dias, e o fato do jogador estar sem jogar por alguns meses pode ter pesado na decisão palmeirense de se distanciar do negócio. O salário de Kardec pode ser um impeditivo no Verdão, já o Botafogo acena com arcar com um bom salários.

Outro clube que sinalizou o interesse, mas parece ter desistido do negócio é o Fluminense. O clube carioca estudou a situação do atleta, mas a sua necessidade para a posição não é condizente com os valores atrelados a Alan Kardec. Segundo o jornalista Jorge Nicola, outro clube carioca fez uma proposta pelo centroavante, e está confiante na contratação, e é o Botafogo de Textor que tem negócio encaminhado.

P Botafogo desponta como favorito por Alan Kardec

É o Botafogo que desponta como favorito para contar com o jogador de 33 anos, que teve uma bela carreira na China. Depois de quase seis anos fora do futebol brasileiro, Alan Kardec deve estar de volta para o Brasil. O Gloriosso deve ser seu destino provável nos próximos dias, mas clubes como o Palmeiras não podem ser descartados, já que têm uma grande demanda por atacantes e já procuraram pelo atacante recentemente.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo