Especulado em Corinthians e Palmeiras, Falcão García define seu futuro

O atacante Falcão García foi pauta recorrente da imprensa brasileira nos últimos meses, principalmente porque seu futuro estava em aberto. Criando a possibilidade do jogador pintar em algum clube brasileiro. E não faltou interesse do mercado. O jogador foi requisitado por gigantes, Destaque para os rivais, Palmeiras e Corinthians, que estudaram a negociação do jogador e entraram em contato com seu estafe.

Porém, o jogador optou pela renovação, por mais uma temporada, com o Rayo Vallecano. Seu empresário afirmou que o jogador está feliz na Espanha e que pretende ficar mais tempo por lá. O atacante foi considerado como um possível nome para o Palmeiras, que vive uma verdadeira batalha atrás do jogador ideal para ser o centroavante da equipe comandada por Abel Ferreira.

O português segue pedindo um jogador para essa posição, e o experiente colombiano foi cogitado para esta função, especialmente por ele estar próximo ao fim de contrato com os espanhóis, e com o futuro incerto ainda na época do interesse sem renovar. Por sua vez, o Corinthians também procura um centroavante para completar o elenco.

O Corinthians entrou em contato com o estafe do jogador. Mas seu futuro foi decidido, e o atleta seguirá no Rayo Vallecano, pelo menos, por mais uma temporada, aumentando ainda mais sua bela trajetória no futebol europeu. O colombiano aproxima-se de 15 anos atuando no velho continente. Revelado pela base do River Plate, da Argentina, o jogador teve destaque internacional com a camisa do Porto.

Falcão García teve passagens por grandes da Europa

Falcão García logo chamou a atenção de clubes grandes da Europa e foi parar no Atlético de Madrid, que investiu pesado no jogador. O atacante colombiano ainda teve passagens no Monaco, no Chelsea e no Manchester United, antes de vestir a camisa do Galatasaray, seu último clube antes da chegada no Rayo Vallecano. O sonho de ver o craque atuando no futebol brasileiro terá que esperar mais um pouco se a renovação seja oficializada.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo