Botafogo e Internacional travam disputa pelo atacante Wanderson

Wanderson, que tem contrato com o Krasnodar da Rússia, conseguiu sua liberação contratual devido ao conflito vivido entre o país e seu vizinho, a Ucrânia. E a direção do Inter e a do Botafogo estão de olho na situação contratual do jogador. Aos 27 anos, Wanderson é pouco conhecido no Brasil, já que o atacante fez toda a sua carreira no futebol europeu.

Inclusive, Wanderson tem cidadania brasileira e belga, graças ao período vivido na Europa, tendo sido cogitado na seleção da Belgica. Agora, com a crise vivida pela Rússia, pode estar perto de ter uma experiência significativa no futebol brasileiro. Inter e Botafogo demonstraram interesse e podem apresentar uma proposta a qualquer momento.

Apesar de ter tido uma pequena passagem pelas categorias de base do Ajax, a carreira de Wanderson começou de fato na Bélgica. Foi para a equipe de juniores GBA Jugend quando ainda tinha 15 anos e passou muitas temporadas no país. Logo foi para o Beerschot, clube em que passou a maior parte de sua carreira como profissional na Bélgica.

Destou o futebol belga apenas em 2013 para o Lierse, do mesmo país. Em 2015 teve sua primeira experiência fora da Bélgica: defendeu o Getafe, na Espanha. Mas a passagem que revolucionou a carreira de Wanderson foi no RB Salzburgo, O clube suíço, do programa esportivo da rede de clubes Red Bull, é presença frequente nas competições europeias e serviu como uma bela vitrine para o atacante.

Wanderson terá a primeira experiência no futebol brasileiro

Em 2017, Wanderson foi contratado por 8 milhões de euros pelo Krasnodar, e segue no clube russo desde então. Sua passagem por lá já conta com 130 partidas e 17 gols marcados, além de 21 assistências. Agora, pode ser emprestado para um clube brasileiro e ter, finalmente, sua primeira experiência em sua terra natal. Para isso, depende da liberação completa e de um acordo de empréstimo do Krasnodar, é nisso que Inter e Botafogo estão de olho.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo