Botafogo está negociando com o atacante belga Mertens, do Napoli

O Botafogo travou uma longa negociação com o atacante Zahavi, mas o israelense acabou decidindo não vir para o futebol brasileiro. Porém, John Textor não se abalou com a negativa do atacante, e já está de olho no mercado em busca de outro atacante, que possa cumprir as demandas do elenco e tornar-se o destaque do clube nesta temporada, que é vista como uma de transição e o nome da vez é o do atacante Dries Mertens.

O clube carioca entrou em contato com o estafe do jogador que defende a camisa do Napoli, em busca da negociação de um contrato de 18 meses. Apesar do interesse, alguns problemas podem dificultar esta negociação que são os valores pedidos. O Botafogo foi com convicção iniciar uma negociação com Mertens e o Napoli.

A princípio, o Botafogo apresentou uma carta de intenção pelo jogador, o que abriu as portas para a negociação. Mas segundo o jornalista Venê Casagrande, a pedida salarial do jogador assustou a direção alvinegra, que mantém conversas, mas expandiu seu leque de opções para encontrar um jogador que entre dentro das expectativas financeiras.

Isso não quer dizer que Mertens foi descartado. O jogador segue sendo uma opção importante para o clube, mas a direção aborda a negociação com cautela, devido ao alto salário pedido pelo belga de 35 anos. A carreira de Mertens é marcada por uma bela história no Napoli, clube que defende desde 2013. Nesses nove anos com a camisa do clube italiano, atuou em 397 jogos pelo Napoli e marcou 148 gols.

Mertens disputou duas Copas do Mundo com a Bélgica

Números que demonstram sua produtividade no período. Antes disso, começou sua carreira no Gent, da Bélgica, e passou anos jogando no futebol holandes, com destaque ao período passado com a camisa do PSV. O jogador vê com bons olhos a oportunidade de jogar no Brasil, mas isso só acontecerá se o Botafogo decidir pagar o alto salário desejado. Dries Mertens tem ainda a disputa de duas Copas do Mundo no currículo pela Bélgica.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo