Com saída de Willian, Corinthians monitora o meia James Rodríguez

Em busca de um novo camisa 10 no mercado, o Corinthians monitora o meia colombiano James Rodríguez, ex-Real Madrid e Bayer de Munique. O motivo é que como Willian não joga mais com as cores do clube, o Timão já encontra-se no mercado por uma reposição para o elenco comandado por Vitor Pereira, o meio-campista da Seleção Colombiana é visto como bom nome e teria aval da comissão técnica.

Sem Willian, que deixa o Brasil com uma passagem considerada frustrante, o Timão olha para o mercado em sua busca por um camisa 10 de renome. A saída do meia-atacante abre um grande espaço na folha salarial do clube do Parque São Jorge, e pelo menos duas grandes contratações podem chegar no Corinthians para a sequencia da temporada.

James Rodriguez pode ser o camisa 10 ideal, o colombiano foi um alvo recente do Botafogo, no Brasil, e com certeza ganhará força no Corinthians nos próximos dias em meio à procura por um novo camisa 10. O meia tem negociações avançadas para deixar o Al-Rayyan e deve ficar livre no mercado, ou seja chegaria sem custos de uma transferência.

O Corinthinas sabe que os interessados europeus não devem fechar com o meia, o nome do colombiano foi especulado ao Monza, nova sensação do futebol da Itália, mas as tratativas até o momento não avançaram. Um retorno ao futebol sul-americano com isso volta a ganhar força, depois que o jogador tinha preferência por um retorno á Europa, agora já pensa a possibilidade de jogar no Brasil para a sequencia da carreira.

Nicolas De La Cruz também é analisado pelo Timão

Além de James Rodríguez, outros nomes de craques também são especulados no Corinthians. Nicolas De La Cruz seria um deles, grande nome do River Plate, mas os valores atrapalham um avanço, visto que os argentinos vem pedindo alto para liberar com o meia uruguaio, mesmo estando em final de contrato. Com contrato até o mês de dezembro, os representantes do jogador também esperam uma boa compensação por um pré-contrato.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo