Renovação trava e atacante Dudu entra na mira de rivais do Palmeiras

O atacante Dudu negocia uma extensão de contrato com o Palmeiras, mas as conversas estão travadas e existe possibilidade de uma saída. Seu atual vínculo se estende até o final do ano que vem, e o atleta quer garantir seu futuro ainda antes do término desta temporada. Isso porque alguns clubes do Brasil e do exterior já manifestaram o interesse em contar com o seu futebol, caso o verdão não queira bancar seu alto salário por mais algumas temporadas.

Essa possibilidade aqueceu as negociações internas. A prioridade de Dudu é a renovação com o alviverde, mas o atleta já deixou claro que não pretende arriscar o seu futuro caso uma renovação não esteja nos planos do clube. A relação de Dudu com o Palmeiras é muito profunda. O jogador chegou ao clube paulista em 2015 e fez parte de muitas conquistas.

Durante esses sete ANOS, defendeu o Al Duhail do Catar por uma temporada, mas logo voltou ao verdão. É uma história muito profunda. Não à toa, Dudu é considerado um ídolo da torcida e teve um papel muito forte na conquista da última Copa Libertadores e dois títulos do Campeonato Brasileiro, e vem fazendo boa temporada nesse ano.

Para a torcida, é muito difícil imaginar o jogador com outra camisa do País. Porém, isso pode acontecer. O salário de Dudu é considerado astronômico para os padrões nacionais, e a direção do Palmeiras não quer renovar o contrato neste momento. Aos 30 anos, Dudu recebe cerca de R$ 2 milhões ao mês, valores que a diretoria alviverde considerado altos para uma renovação de longa duração, por isso tenta vínculo mais curto.

Dudu que cincos anos, Palmeiras oferece renovar por dois

O impasse interno é esse: Dudu quer um contrato de mais cinco anos, sem redução salarial, enquanto o Verdão só está disposto a garantir mais dois anos sem um corte nos rendimentos do atleta. Seria uma aposta muito grande renovar com esses valores um atleta que teria 36 anos em 2028, quando o vínculo desejado pelo atleta chegaria ao fim. Mas o Palmeiras terá que negociar nesse sentido se não quiser ver o ídolo defendendo a camisa de um rival nacional.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo