Ex-Barcelona, Emerson Royal revela desejo em jogar pelo Flamengo

Um dos melhores laterais brasileiros, Emerson Royal surpreendeu em entrevista ao afirmar que tem desejo de jogar pelo Flamengo. Segundo o lateral-direito que atualmente defende a camisa do Tottenham, da Inglaterra, em caso de retorno ao futebol brasileiro a prioridade seria o Rubro-Negro carioca, o jogador não citou seus ex-clubes no Brasil no caso Atlético-MG e Ponte Preta, como possíveis destinos.

‘Quem não jogaria no Flamengo? Meu sonho é um dia jogar no Flamengo.’ disse o lateral, afirmando que o Fla tem o nível parecido com clubes da Premier League. Emerson Royal foi revelado nas categorias de base da Ponte Preta, se destacou ainda jovem e foi para o Atlético-MG, onde também teve bom desempenho e chamou atenção de clubes europeus.

No inicio de 2019 o lateral-direito foi contratado pelo Barcelona, onde não teve muitas oportunidades sendo emprestado ao Betis, onde ai sim teve destaque, chegando á seleção, e ainda rendendo uma negociação para a Premier League. Nas redes sociais torcedores do Flamengo se empolgaram com a fala de Emerson sobre jogar no clube.

Apesar da empolgação da torcida, este sonho de Emerson Royal deve demorar um pouco para ser realizado, o lateral de 23 anos possui vínculo com o Tottenham até 2026. No clube inglês é titular da equipe dirigida por Antonio Conte. O jogador tem esperança de estar entre os convocados para a Copa do Mundo do Catar, mas não é convocado desde 2021, quando Daniel Alves voltou a ser chamado por Tite.

O Tottenham pagou mais de R$ 180 milhões pelo brasileiro

Para tirar Emerson do Barcelona, o Tottenham pagou cerca de 30 milhões de euros, algo em torno dos R$ 184 milhões na cotação da época. Na atual temporada europeia, o lateral brasileiro atuou com a camisa dos Spurs em 38 partidas, marcando um gol e dando uma assistência. O jogador de destaque por ser mais defensivo, ou seja pelas roubadas de bola e desarmes em jogos, apesar de conseguir subir bem para da apoio ao ataque.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo