Flamengo negocia com japonês Shoya Nakajima, ex-camisa 10 do Porto

O Flamengo estaria negociando na contratação do meia japonês Shoya Nakajima, de 28 anos, camisa 10 que atualmente está no Antalyaspor. As informações são do site português ‘Diário de Transferências’, o Rubro-Negro segue em busca de reforços para essa temporada 2023 e deve fazer uma proposta para contratar o jogador com passagens pelo Porto, de Portugal, e pela Seleção do Japão.

De acordo com a imprensa portuguesa, o Flamengo pretende oferecer 1,5 milhões de euros ao Antalyaspor, da Turquia, pela aquisição do meia japonês. O interesse inicial do RubroNegro teria animado o jogador, que demonstrou interesse em vir jogar no futebol brasileiro, dando aval para se empresário avançar nas conversas com os cariocas.

No Flamengo o meia japonês chegaria para ser reserva para jogadores de criação da equipe, como Arrascaeta e Everton Ribeiro, ter mais opções no elenco é desejo de Vitor Pereira. O jogador atuou pelo Porto entre 2019 e 2020, desempenhando a posição de meia e vestindo a camisa 10. Ao todo, disputou 37 jogos, marcou 1 gol e deu 4 assistências.

Na temporada europeia atual, Shoya Nakajima já disputou 10 partidas pelo Antalyaspor, onde é titular absoluto, destaque da equipe, e só não disputou partidas por problemas físicos ou eventuais lesões. Além disso, ele tem experiência em outros clubes, incluindo Portimonense (Portugal), Al Ain (Emirados Árabes), Al-Duhail (Qatar), FC Tokyo (Japão), Kataller Toyama (Japão) e Tokyo Verdy (Japão).

O Flamengo planeja reforçar ainda mais seu atual elenco

Apesar de possuir um elenco robusto, a diretoria do Flamengo mantém-se ativa no mercado de transferências, com a possibilidade de entrada e saída de mais jogadores. A equipe mantém uma lista de possíveis contratações com o objetivo de fortalecer ainda mais o time treinado por Vitor Pereira, incluindo Shoya Nakajima, que chegaria para ser mais uma opção no meio-campo, de olho em uma temporada com muitos jogos.

 

Deixe seu comentário

Lucas Silva

Goiano, 30 anos, criador do Mercado da Bola, se dedica a escrever e comentar sobre algo que ama, que é o futebol.
Botão Voltar ao topo