Fluminense e Botafogo conversam com zagueiro Dedé, ex-Cruzeiro

Em busca de reforços para 2022, Botafogo e Fluminense a contratação de Dedé, experiente zagueiro com passagens por Cruzeiro e Vasco. O defensor está sem atuar em jogos oficiais desde outubro de 2019, e conforme foi apurado ambos os clubes interessados sinalizaram com propostas de produtividade, nessa momento o interesse do Glorioso é mais concreto que do rival Flu.

Livre no mercado desde julho, quando conseguiu rescindir com o Cruzeiro, Dedé vem mantendo a forma física nas estruturas do Volta Redonda, clube onde o zagueiro hoje com 33 anos foi revelado. O Botafogo já entrou em contato com o representante do defensor e solicitou que o jogador realizasse exames médicos como condição para iniciar negociações.

Dedé já teria passado por uma consulta com um médico do Botafogo, tendo realizado exames clínicos, agora o próximo passo será exames de imagem, para que o departamento médico possa analisar melhores antes de um aval para o negócio. A tendência é que essa etapa seja definida apenas após as festas de fim de ano devido celebrações de fim de ano.

O Fluminense também demonstrou interesse em Dedé á pedido do técnico Abel Braga, mas nos bastidores há resistência em parte da diretoria, e por isso não houve ainda avanço nas conversas com o jogador. O Botafogo assim desponta como favorito nas negociações, e sinalizou um contrato de produtividade, caso o Flu faça uma proposta também deve ser no mesmo modelo, mas o Glorioso está á frente na negociação.

O Botafogo planeja avaliar Dedé durante a disputa do Carioca

Com um contrato possivelmente até o fim do Campeonato Carioca, o Botafogo planeja avaliar o desempenho do zagueiro, e se for cumprida algumas metas o vínculo pode ser renovado automaticamente para o restante da temporada. Dedé teve passagens de destaque por Vasco e Cruzeiro, e chegou a ter convocações para a Seleção Brasileira, mas conviveu com leões nos últimos anos, pela Raposa conquistou vários títulos importantes.

 

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo