Ex-Juve e Milan, atacante Gianluca Lapadula foi oferecido ao Corinthians

Depois de tratativas com Cavani e Diego Costa esfriarem, o nome da vez no Corinthains é de Gianluca Lapadula, atacante da Seleção Peruana. Segue a luta do Corinthians atrás de um centroavante incontestável, que complete o elenco qualificado que está sendo montado para 2022, a ideia é ter um time mais competitivo e com pelo menos duas peças de qualidade para casa posição.

Gianluca Lapadula foi oferecido ao Timão, que ainda não deu resposta sobre a possível negociação. O jogador tem 31 anos e começou a defender a seleção do Peru em 2020, mas ele não nasceu no país sul-americano, o que pode explicar o desconhecimento do público brasileiro sobre o atleta. Sua história é cheia de altos e baixos e um currículo extenso no futebol italiano.

Como ele parou na seleção peruana? Vamos contar essa história e apresentar um pouco mais sobre a carreira do possível reforço do timão. A carreira de Lapadula não começou nos maiores clubes da Itália. Em seu currículo existem clubes como o Treviso, o Ravenna e o San Marino Calcio, lugar em que teve sua primeira temporada de destaque.

A partir de 2012, Lapadula começou a defender clubes com mais expressão e mudou consideravelmente a trajetória de sua carreira. Vestiu a camisa do Frosinone e teve uma passagem pela Eslovênia, antes de chegar ao Pescara. Pelo clube italiano marcou 30 gols em 45 partidas e conseguiu chamar a atenção do gigante Milan. Pelo Rossonero, entretanto, só foi a campo em 29 oportunidades e marcou oito gols.

Hoje na Seleção do Peru, o atacante já defendeu a Itália

Foi uma passagem apagada, mas que mudou o patamar de sua carreira. Seguiu atuando em equipes importantes da Itália, como o Genoa. Em 2017 recebeu uma chance na seleção italiano, contra San Marino, mas não se firmou e não teve mais convocações posteriormente. Mesmo assim, manteve vivo o sonho de jogar por uma seleção. Sua realização veio em 2020, quando Gareca, treinador do Peru, o convidou para atuar pelo país de origem da família de Lapadula.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo