Conheça o atacante Hamdallah que é pedido da torcida do Corinthians

O nome da vez no Corinthians é Abderazak Hamdallah, que está defendendo o Al Nassr, da Árabia Saudita, e é um pedido dos torcedores corinthianos. Seguindo a completa reformulação e requalificação do elenco, a torcida do Timão vem pedindo a contratação do atacante marroquino de 30 anos, que tem muita experiência e bem conhecido por um fato de gol apurado.

O jogador foi companheiro de Giuliano e está em um elenco que ainda conta com Anderson Talisca, especulado também no Timão, o clube saudita vive uma crise financeira e deve se desfazer dos maiores contratos.  O seu nome foi ventilado por jornalistas e chegou até a torcida, que começou um movimento nas redes pedindo Hamdallah como reforço do Corinthians.

O desempenho de Hamdallah nos últimos anos inspiram confiança e seria uma contratação ousada e com uma ótima visão de mercado. Os seus números são ótimos. Em 258 jogos, o centroavante participou de 283 gols: marcou 223 e entregou 50 assistências. São números de um jogador acostumado com o caminho do gol e que atua de forma muito objetiva!

Sua carreira começou no Marracos, em 2010, pelo OC Safi, antes de ser uma importante contratação do futebol norueguês em 2013, quando assinou com o Aelasund. Na Europa, chamou a atenção dos milionários do futebol Asiático. Antes de ir para a Árabia Saudita, passou pela China e pelo Catar, com valores contratuais bem interessantes e chamativos para um jogador vindo do Marrocos.

Hamdallah também tem destaque com pela Seleção do Marrocos

Além disso, o jogador participou de 17 partidas com a seleção de seu país e marcou seis gols. Pelo Al Nassr, teve uma parceria muito produtiva com o meio-campista Giuliano, que chegou ao Timão no meio de 2021. Os dois trocaram assistências no período em que o brasileiro esteve lá, o que ajudou nos números de Hamdallah: foram 112 gols e 24 assistências em 107 jogos pelo clube arabe. São detalhes que enchem o corintiano de entusiasmo.

Deixe seu comentário

Lucas Telles

Goiano, 24 anos, comentarista esportivo e colunista do Mercado da Bola, se dedica a escrever sobre algo que já praticou que é o Futebol.
Botão Voltar ao topo