Lucas Pratto aceita contrato de produtividade para fechar com Palmeiras

O experiente atacante argentino Lucas Pratto está na lista de possíveis soluções do Palmeiras para o ataque para essa temporada de 2022. A posição, que tem sendo a maior dificuldade no atual elenco, pode ser completada com a contratação do argentino, acostumado a fazer muitos gols. O atleta sinalizou positivamente após receber o interesse dos paulistas e deixou claro que está interessado em ouvir o projeto.

Pratto colocou-se a disposição para uma negociação, mesmo que o contrato seja baseado em produtividade. Atualmente, Pratto é jogador do Vélez Sarsfield da Argentina. Apesar do interesse do jogador na negociação, a direção palmeirense ainda não abriu negociações com o clube, e a expectativa alvi verde é de que o negócio possa ser fechado de maneira fácil.

Aos 33 anos, o atacante argentino é um jogador muito experiente e que teve passagens com um bom desempennho pelo futebol brasileiro. Isso é visto como ótimo motivo para o desejo do Palmeiras no argentino: a crença é que sua adaptação seria rápida e natural. Lucas Pratto chegou ao futebol brasileiro em 2015, vestindo a camisa do Atlético-MG.

Em duas temporadas com a camisa do clube mineiro, atuou em 104 partidas e marcou 41 gols, e tornou-se um dos principais artilheiros do Brasil. Após essas duas temporadas, ainda atuou no São Paulo, clube também da Capital paulista. Em 48 partidas marcou 14 gols, e teve uma experiência em São Paulo, o que também é considerado importante para a sua adaptação ao Palmeiras.

O Palmeiras já teria proposta planejada por Lucas Pratto

Desde que voltou ao Velez, no final de 2021, ainda não conseguiu ter atuações de alto nível em sequência e vem buscando sua afirmação no clube argentino. Atualmente o Palmeiras pensa em oferecer R$ 11 milhões pelo argentino. Esse valor é um pouco abaixo dos quase R$ 14 milhões pedidos pelo Vélez, mas é possível que aceitem um valor mais baixo caso o jogador demonstre grande interesse em voltar ao futebol brasileiro.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo