Marrony encaminha sua liberação na Dinamarca para reforçar o Inter

O Internacional segue na busca por peças para o setor ofensivo. Agora, o clube busca o empréstimo de Marrony, que atua no futebol dinamarquês. O jogador se prepara para ter uma reunião com os dirigentes do clube para tentar a liberação. O jogador tem vínculo contratual com o Midtjylland até 2026, mas acredita que ser empestado para o colorado pode ser uma grande oportunidade para ele valorizar seu passo.

No Inter o atacante poderia retomar os melhores momentos de sua carreira e sua com a Seleção Brasileira. O clube gaúcho quer saber nos próximos dias se poderá contar com o jogador, já que precisa de reforços para o ataque depois da saída de Yuri Alberto. Por isso, existe a necessidade de uma resposta rápida vindo da Dinamarca.

Está marcada para esta quarta-feira a reunião decisiva entre o jogador, seu representante e a direção do clube. A pauta será a oferta de empréstimo feita pelo Internacional e o desejo do jogador em voltar ao Brasil. Marrony chegou à Dinamarca em agosto de 2021, depois de ser negociado pelo Galo. O Midtjylland desembolsou 4,50 milhões de euros.

Porém, sua adaptação ao país europeu ainda não foi a ideal, por isso um empréstimo cairia bem. Revelado pelo Vasco da Gama, Marrony jogou por apenas um ano no Atlético-MG antes de ir para o velho continente. Sua versatilidade como atacante, que pode jogar tanto centralizado como nas pontas, chamou a atenção do colorado, que precisa de jogadores com ambas as características.

Marrony teve uma boa passagem pelo Atlético-MG

Foram 62 jogos do atacante com a camisa do Galo e 11 gols marcados. Foram números que não demonstram o quão participativo Marrony é durante os noventa minutos, principalmente quando atua pelas pontas. Sua falta de oportunidades no futebol dinamarquês pode abrir as portas para a oferta do Internacional, que acredita que Marrony tem capacidade de ser uma peça fundamental para a temporada de 2022 para o Colorado.

Deixe seu comentário

Lucas Silva

Goiano, 30 anos, criador do Mercado da Bola, se dedica a escrever e comentar sobre algo que ama, que é o futebol.
Botão Voltar ao topo