Santos acerta a contratação do atacante Stiven Mendoza, do Ceará

O Santos acertou a contratação do atacante Stiven Mendoza, do Ceará, como primeiro reforço de peso do clube para a próxima temporada. A diretoria do Peixe propôs um contrato de três anos ao colombiano e já acertou os valores da transferência com os cearenses, a assinatura de contrato e anúncio podem acontecer ainda essa semana, e o jogador será reforço para o time que será comandado por Odair Hellmann.

A contratação de Mendoza foi aprovada pelo coordenador de futebol Paulo Roberto Falcão e pelo técnico Odair Hellmann. A negociação foi conduzida pelo presidente Andres Rueda, que vem centralizando em suas mãos as buscas e negociações por reforços, o mandatário do Santos vem atuando como um diretor de futebol no mercado.

Com passagem rápida pelo rival Corinthians, e boa temporada depois pelo Bahia, Stiven Mendoza foi um dos destaques do Ceará nesta temporada que se encerrou no Brasil. Mesmo com o rebaixamento do Vozão para a Série B do Campeonato Brasileiro, o atacante colombiano terminou o ano em alta e o clube cearense optou por negociá-lo.

Nessa temporada 2022, Mendoza disputou 50 jogos pelo Ceará, com 20 gols marcados e três assistências aos seus companheiros de time. Seu contrato com o Vozão vai até final de 2023, mas o Ceará decidiu a negociação do jogador, para fazer caixa e também seria difícil encaixar o jogador no orçamento para a próxima temporada, quando o clube vai disputar á Serie B, a assinatura com o Santos deve acontecer ainda nesta semana.

Santos também busca um meia, volante e lateral

Os valores envolvidos na negociação não foram revelados, mas o Santos teria conseguido um acordo com o Ceará para pagar a transferência em parcelas. No mercado, o clube da Vila Belmiro também busca um meia com características de camisa 10, um volante e um lateral-direito, nesses casos o Peixe tem monitorado o mercado sul-americano, de olho em possíveis reforços que venham a chegar com custos menores de contratação.

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo