Buscando rescisão na Arábia, Talisca vê o Corinthians como boa opção

Sonho antigo do Corinthians, Anderson Talisca pode estar livre no mercado em futuro próximo, ele atualmente defende Al Nassr, da Arábia Saudita. O jogador vive uma série de problemas com seu atual clube, o que pode abrir as portas para uma volta ao Brasil. Com 27 anos, Talisca é um desejo aberto da direção do Corinthians. Um dos motivos mais fortes para isso é o carinho que o jogador demonstra pelo clube.

Por isso, Anderson Talisca entrou no radar do Timão para 2022 e uma proposta pode estar no horizonte. O grande problema vivido pelo atacante na Arábia tem a ver com seu salário: devido a problemas financeiros, o clube estaria atrasando os rendimentos do atleta, o que pode abrir as portas para uma saída amigável e sem custos, ficando livre no mercado.

Talisca chegou ao Al Nassr em maio de 2021, e os árabes pagaram um valor que gira em torno de 8 milhões de euros, para garantir o passe do jogador, que anteriormente vestia as cores do Chinês Guangzhou Evergrande.
No Brasil, o jogador defendeu apenas as cores do Bahia, clube que o revelou para o futebol, e pode também uma opção na volta ao Brasil.

Depois de boas atuações entre 2013 e 2014, o jogador foi para o Benfica, clube em que teve uma grande identificação e destaque, e teve seus melhores momentos como profissional. Outro clube em que teve passagem boa foi o Besiktas, da Turquia. Em 80 partidas com o clube marcou 37 gols e deu 14 assistências. Números muito importantes para um meio campista. Não é à toa que a passagem na Turquia rendeu seu contrato mais lucrativo.

Talisca também se tornou ídolo na passagem pela China

O Evergrande da China desembolsou uma bolada para contar com o talento do brasileiro. Em três anos com o clube, Talisca ganhou status de ídolo e se provou capaz de atingir as expectativas em todos os lugares que passou. Entretanto, os problemas no Al Nassr podem abrir as portas para sua volta ao Brasil, e o Corinthians monitora atentamente a situação, em busca da repatriação do craque que ainda tem muito futebol para entregar no mais alto nível.

Deixe seu comentário

Lucas Silva

Goiano, 30 anos, criador do Mercado da Bola, se dedica a escrever e comentar sobre algo que ama, que é o futebol.
Botão Voltar ao topo