Vasco busca internacionalizar marca e negocia com James Rodríguez

Em busca de reforço que elevem sua marca internacionalmente, o Vasco mira James Rodríguez como uma dessas contrataçõs de impacto para o clube. O nome do colombiano está voltando a ser um assunto no futebol brasileiro. O renomado meia com passagemns por Real Madrid e Bayern de Munique atua pelo Olympiacos, da Grécia, tendo marcado 3 gols e dado 4 assistências em 14 jogos disputados.

Há cerca de um ano atrás, James Rodríguez esteve perto de se transferir para o Brasil, mais especificamente para o Botafogo, logo após a chegada de John Textor, dono da SAF do clube. O time chegou a um acordo com o Al-Rayyan, equipe na qual James atuava na época. No entanto, o jogador acabou recusando a proposta e depois foi ao futebol grego.

De acordo com a informação divulgada pelo jornalista Jorge Nicola, James Rodríguez estaria novamente ligado ao futebol brasileiro, dessa vez com o Vasco. Isso seria considerado como a “cereja do bolo” para o Cruz-Maltino, desejo da 777 Partners. Depois de voltar para a Série A do Brasileirão, o clube contratou nove reforços para a temporada.

No entanto, o jornalista menciona que, atualmente, uma negociação é altamente complicada, pois James Rodríguez está tendo uma boa performance no Olympiacos e as cifras financeiras ainda estão fora da capacidade financeira do Vasco de São Januário. Mas caso a 777 Partners invista mais aporte financeiro no clube carioca, a contratação do craque colombiano, e de outros nomes, para a ser algo possível.

James Rodríguez tem uma boa rodagem no futebol mundial

James Rodríguez tem 31 anos e, ao longo de sua carreira, além de Olympiacos e Al-Rayyan, atuou pelos clubes Everton, Bayern de Munique, Real Madrid, Monaco, Porto, Banfield e Envigado, onde foi revelado. Pela Seleção da Colombia foi presença constante em convocações nessa última década, com destaque á Copa do Mundo de 2014 no Brasil, quando o meia colombiano foi um dos grandes destaque da competição.

 

 

Deixe seu comentário
Botão Voltar ao topo