Vitinho será liberado por clube saudita e cogita o retorno ao Brasil

Vitinho pode retornar ao futebol brasileiro em 2024, já que há a possibilidade de ser liberado durante a próxima janela de transferências. Com experiência em clubes como Botafogo, Internacional e Flamengo, o atacante atualmente faz parte da lista de jogadores que podem deixar o Al-Ettifaq.

O clube está na equipe que ele representa desde a última temporada. Durante sua estadia lá, Vitinho teve um desempenho notável, registrando cinco gols e três assistências em 31 partidas, e até mesmo garantindo um lugar como titular na equipe dirigida pelo inglês Steven Gerrard.

No entanto, sua permanência no clube saudita para o próximo ano não é garantida. De acordo com informações da emissora ESPN, o Al-Ettifaq está negociando um acordo para a contratação do meia Jesse Lingard em 2024.

Vitinho e Quaison devem deixar o Al-Ettifaq

A intenção do clube é reduzir o número de estrangeiros em seu elenco, já que o regulamento do Sauditão permite um máximo de oito jogadores estrangeiros por time. Nesse cenário, é provável que pelo menos dois jogadores sejam liberados pelo clube, e os principais candidatos a sair, de acordo com apurações, são o sueco Robin Quaison e o próprio Vitinho.

O treinador Steven Gerrard teria recomendado a liberação desses dois jogadores para abrir espaço no elenco. Portanto, existe a possibilidade de Vitinho retornar ao futebol brasileiro, onde, apesar de uma passagem anterior não tão bem-sucedida pelo Flamengo, ele ainda é altamente valorizado no mercado

É importante destacar que, antes de se unir ao Al-Ettifaq, Vitinho havia recebido propostas de alguns times brasileiros, embora os nomes desses clubes não tenham sido divulgados. Naquela época, os interessados recuaram devido às exigências salariais do jogador, que na época pedia um salário mensal de R$ 1 milhão.

O atacante continua a mostrar sua capacidade de atuar em alto nível, o que pode despertar o interesse de clubes brasileiros. Recentemente houve especulações de um interesse do Fluminense e outros clubes brasileiros em sua contratação, mas sem negociações oficiais ainda.

Deixe seu comentário

Lucas Silva

Goiano, 30 anos, criador do Mercado da Bola, se dedica a escrever e comentar sobre algo que ama, que é o futebol.
Botão Voltar ao topo