Athletico-PR e Santos disputam atacante argentino Tomás Verón

0

Athletico-PR e Santos estão disputando a contratação do atacante argentino Tomás Verón, jovem destaque que do Quilmes, da Argentina. Próximos de voltar as competições após a paralisação do futebol nacional, os dois clubes tem interesse no jogador, que na última sexta-feira confirmou que tem o desejo de jogar no Brasil e isso pode acontecer em breve.

Tomás Verón disse que ter o interesse de dois grandes clubes do futebol brasileiro é uma grande honra. O atacante disse que espera que as conversas possam avançar e em breve desembarcar ao Brasil,  afirmando que o país é uma grande vitrine, de olho em ir para a Europa futuramente, a entrevista animou tanto o Athlético Paranaense como o Santos.

O primeiro que demonstrou interesse foi o Furacão, o jogador de 19 anos foi oferecido por empresários ao clube, que demonstrou interessa, caso haja acerto o atacante viria em um empréstimo ao Athletico, com opção de compra. O Santos também demonstrou interesse em Tomás Verón, e sinalizou que também deseja o jogador emprestado com passe fixado.

Tomás Verón foi promovido ao time profissional do Quilmes em 2018, ainda com 17 anos na época, desde então é um dos destaques da equipe e considerado grande promessa, ele possui contrato até 2022. O argentino também possui passagens pelas seleções da base da Argentina, no inicio do ano clubes europeus sinalizaram interesse, mas a crise do futebol mundial deve fazer o jogador passar primeiro pelo Brasil antes da Europa.

Athletico e Santos buscam um atacante com essas características

Jovem, Verón pode atuar pelas duas pontas do ataque, tendo bom desempenho tanto pela direita como esquerda, tendo o perfil que Athletico e Santos buscam no mercado, atrás de de um reforço para o ataque. Proibido pela Fifa de inscrever novos jogadores, o Peixe corre para resolver essa situação, pois o deixa atrás na disputa por reforços, isso dá vantagem por exemplo nesse caso, visto que o Furacão fica assim em vantagem pelo argentino.

Deixe seu comentário