Atlético-MG cobre proposta salarial do Grêmio por Cavani

0

O Atlético-MG está de volta a disputa pelo atacante Edinson Cavani, e a proposta supera os altos valores propostos pelo Grêmio recentemente. O Galo ofereceu três anos de contrato para o craque uruguaio por um valor de 14 milhões de euros, algo em torno dos R$ 90 milhões, cerca de R$ 2,5 milhões por mês, para convencer o jogador de defender o clube.

Dirigido pelo técnico argentino Jorge Sampaoli, o Atlético enxerga a negociação envolvendo o atacante uruguaio como difícil, mas possível. A diretoria atleticana sabe que a cada dia que passa fica mais distante a permanência de Cavani na Europa, e foi comunicada pelos representantes do craque que vir para o futebol brasileiro é uma das possibilidades atuais.

O Galo conta com ajuda da MRV, parceiro que viabiliza a entrada na disputa para contratar o atacante de 33 anos, que deixou o PSG em junho. Edinson Cavani seria a contratação mais cara da história do Atlético Mineiro, além de ajuda de parceiros, o clube conta com o possível retorno em marketing para bancar o craque uruguaio caso haja um acordo.

A diretoria do Grêmio admite que as negociações são complicadas e que a proposta feita pelo Atlético-MG pode causa o temido ‘leilão’ nas conversas, visto que o clube gaúcho fez uma proposta com o mesmo tempo de contrato e salários de R$ 2 milhões por mês, essa oferta é menor que a atual dos atleticanos. Caso retorne ao futebol sul-americano, o Brasil será o destino do centroavante, de acordo com pessoas próximas ao jogador.

Permanência no futebol europeu fica cada vez mais improvável

O mercado do futebol europeu está próximo de fechar e Cavani não deve seguir atuando no Velho Continente, pois ainda não houve acerto com nenhum clube por lá, já as ligas menos competitivas como a China, EUA e Árabe não agrada o jogador, por isso uma vindo para o Brasil é um possibilidade real. Desde que ficou livre no mercado, houve rumores de que o poderia ser Benfica, Atlético de Madrid, Inter de Milão, Real Madrid ou Juventus.

Deixe seu comentário