Botafogo, Fluminense e Vasco estão de olho em Ralf, ex-Corinthians

0

Após acertar a rescisão com o Corinthians, o volante Ralf tem sondagens de Botafogo, Fluminense e Vasco para essa temporada 2020. Apesar de ainda não existir conversas oficiais, os três clubes do Rio de Janeiro deve contatar o representante do jogados nos próximos dias, pois só estava esperando a confirmação do atleta estar livre no mercado.

Como Ralf já se resolveu com o Corinthians, agora Botafogo, Fluminense e Vasco tem o caminho livre para negociar com o jogador, pois está sem contrato. O Empresário do atleta, André Costa deve se reunir com representantes de clubes interessados em breve, a ideia é ouvir as propostas, uma provável ida para o futebol do exterior com a China é descartado.

Ficar no futebol brasileiro é o provável e Ralf se sentará com interessados para conversar sobre possíveis acordos. Aos 35 anos, o volante prefere ficar no Brasil desde que seja em um dos grandes times da Serie A. Se fechar com Fluminense, Botafogo ou Vasco, o atleta atuará pela primeira vez em um clube carioca, a possibilidade é vista com bons olhos.

Em respeito ao que Ralf representou ao clube, o Corinthians fez um acordo e pagará um valor próximo do que o jogador receberia de salários até o fim do contrato, que ia até 2021. Andrés Sánchez, presidente do clube, confirmou que o Timão pagará algo em torno dos R$ 3,5 milhões para rescindir o contrato do meio-campista, que estava fora dos planos do técnica Tiago Nunes, que já havia comunicado a decisão em entrevista coletiva.

Ralf teve boa regularidade em 2019 e isso atraí interessados

Mesmo aos 35 anos, Ralfo disputou 49 jogos e marcou um gol, sendo titular absoluto da equipe e tendo boa regularidade em campo, com isso a decisão de Tiago Nunes e ainda do próprio Corinthians de colocá-lo fora dos planos para esse ano o surpreendeu. O volante agora quer virar a página e busca um novo clube, pois acredita que ainda pode atuar por algumas temporadas em bom nível, e o destino do atleta pode ser o Rio de Janeiro.

Deixe seu comentário