Mercado da Bola Europeu

Com Lionel Messi, PSG terá time com estrelas em todas as posições

Depois de sofrer derrotas sofridas para o sonho de conquistar a Champions League nas últimas duas temporadas, o PSG foi com tudo que tinha para o mercado e remontou o time com uma janela que pode ser considerada a maior da história.

A chegada de Messi solidifica uma movimentação no mercado que já era histórica. O time que já era muito forte e competitivo no futebol europeu deu passos importantes para se tornar um grupo galáctico e o grande favorito para a principal competição de clube do planeta.

Foram 5 reforços estrondosos e o mais incrível é que o gasto com transferências foi muito baixo. Nesse texto você vai descobrir quais foram esses reforços e entender a projeção da equipe para a temporada que está começando.

Reforços de peso que vieram em oportunidades de mercado

O PSG chocou o mundo ao anunciar Sérgio Ramos, vindo do Real Madrid, após o fim do seu contrato. Foi uma grande oportunidade que apareceu e os franceses foram muito contundentes atrás do experiente zagueiro.

Outros nomes chegaram assim. O goleiro Donnarumma chegou após o final do contrato com o Milan, enquanto Georginio Wijnaldum chegou à Paris depois de terminar seu vínculo com o Liverpool.

Portanto, Lionel Messi é o quarto grande nome a chegar no PSG sem a necessidade de uma transferência milionária. Foi um trabalho muito incisivo e focado de um clube que estava pronto para montar uma seleção!

O único reforço contratado junto a outro clube nesta janela foi o lateral Achraf Hakimi que estava na Inter de Milão e foi contratado por 70 milhões de euros. É interessante ver que o clube buscou uma peça para cada setor.

Elenco estrelado e comparado aos lendários ‘galáticos’ do Real Madrid

Esses cinco nomes juntam-se a um elenco vencedor e experiente, que já conta com Mbappe, Di Maria, Marquinhos e, claro, Neymar, a estrela do clube. O treinador Pochettino terá um desafio na hora de montar um time com todas as suas estrelas.

A chegada de Messi é especial também porque coloca, lado a lado, o argentino com Neymar, depois de anos incríveis vividos pelos dois no Barcelona. Será a chance desta parceria vencer mais títulos, agora pelo futebol francês.

Deixe seu comentário

Lucas Telles

Goiano, 24 anos, comentarista esportivo e colunista do Mercado da Bola, se dedica a escrever sobre algo que já praticou que é o Futebol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo