Corinthians e Palmeiras entram na disputa pelo zagueiro Dedé

0

Após o Vasco, Corinthians e Palmeiras também estão na briga pelo zagueiro Dedé, que está de saída do Cruzeiro e também interessa a clubes do exterior. O Timão e o Verdão devem esquentar ainda mais sua rivalidade, pois vem buscando com frequência os mesmos alvos no mercado, atualmente a dupla paulista também disputa o atacante Rony, do Athletico-PR.

Tanto o Corinthians como o Palmeiras começaram a monitorar a situação do zagueiro do Cruzeiro, que está de saída após não aceitar uma redução salarial. Apesar de preferência pelo Vasco, o clube carioca não fez uma proposta que agradasse ao jogador, que agora juntamente com seu empresário abriram conversas com outros clubes interessados.

Os dois clubes paulistas aguaram a rescisão do zagueiro, que tem 31 anos, com o Cruzeiro para dar inicio as negociações, mas os primeiros contatos já foram feitos. Apesar de que Corinthians e Palmeiras não tem prioridade por zagueiro nesta janela, eles enxergam Dedé como uma boa oportunidade de mercado, considerado por muitos um zagueiro de seleção.

O Vasco vê a negociação como difícil motivados pelos salários altos do jogador, e também sabe que dois clubes da China tem interessa no jogador, a chegada da dupla paulista nas negociações deve atrapalhar ainda mais o Cruz-Maltino e a dois times do futebol chinês. A passagem de Dedé pelo Cruzeiro foi marcada no inicio por lesões e  longo tempo longe dos gramados, mas em 2018 se recuperou e virou destaque na equipe.

Dedé não aceitou a redução de salário e pode rescindir com o Cruzeiro

Apesar de ter gratidão pelo Cruzeiro e pela torcida, Dedé não aceitou ter a readequação do salário para ficar no clube mineiro, que terá nesta temporada o teto salarial de R$ 150 mil e o zagueiro recebe cerca de R$ 600 mil atualmente. Para continuar ganhando vencimentos ou até maiores que os atuais, o experiente zagueiro teria que aceitar ofertas do exterior, mas a China a principio não o seduz, assim o destino pode ser Palmeiras ou

.

Deixe seu comentário