Manchester City tem negociações avançadas com Daniel Alves

0

Melhor jogador da Copa América, Daniel Alves está livre no mercado e teria negociações avançadas com o Manchester City, de Pep Guardiola. Antes hábia dúvidas dos interessados em relação a contratar o lateral hoje com 36 anos, agora o mercado está mais receptivo e o destino do brasileiro pode ser o futebol inglês, onde ele já revelou que gostaria de atuar.

No City o lateral-direito reencontraria um velho conhecido, o técnico Pep Guardiola, os dois trabalharam juntos no tempos vitoriosos de Barcelona. A primeira opção do clube inglês era o português João Cancelo, da Juventus, mas agora Daniel Alves passou a ser prioridade, no entanto a negociação dependeria da transferência do também lateral brasileiro Danilo.

O Manchester City se preocupa com fair-play financeiro e também não tem mais vagas de jogadores estrangeiros no elenco que disputa a Premier League, sendo no máximo 17. Com isso o clube inglês pode negociar o lateral-direito Daniel, para assim abir uma brecha em seu plantel e trazer Daniel Alves, que mostrou ter ainda muito vigor na Copa América.

Existe ainda uma forte concorrência pelo brasileiro, a Internazionale tinha interesse, mas após contratar o austríaco Valentino Lazaro, do Hertha Berlin, saiu das negociações. Ainda existem rumores na Juventus, onde Daniel já jogou, mas não teria gostado do estilo de jogo por lá, pois o futebol italiano é mais defensivo, por outro lado a Juve desponta como uma das equipes que devem disputar títulos importantes na próxima temporada.

Destino de Daniel Alves deve ser mesmo a Premier League

Antes da Copa América o jogador foi especulado na China e nos EUA, mas com o lateral em alta novamente no mercados, tais destinos estão descartados, a ideia agora é ir para uma Liga com boa competitividade e defender uma equipe forte, nesse panorama aparece a Premier League como principal opção, com o Manchester City de favorito, mas tendo como opções também outros grandes clube da Inglaterra, vale citar por exemplo o Arsenal.

Deixe seu comentário