Irmão fala sobre Diego Costa no Atlético-MG, Palmeiras ou São Paulo

0

O atacante Diego Costa vem sendo especulado no Brasil no Atlético-MG, Palmeiras e São Paulo, e os rumores aumentaram nas últimas semanas. O jogador tem evitado entrevistas desde o final de 2020, quando rescindiu seu vínculo com o Atlético de Madrid, mas em uma entrevista ao jornalista Jorge Nicola, o irmão do centroavante resolveu falar da situação.

Desde a saída do atacante do Atlético de Madrid surgiram rumores de que ele poderia jogar no Atlético Mineiro, Palmeiras ou São Paulo, mas segundo o irmão do jogador um retorno ao Brasil não é provável no momento. Jair Costa é braço braço direito de Diego Costa no projeto do Lagarto, time comandado pela família, e acha difícil a volta do jogador agora.

A expectativa é que o atacante permaneça por mais uma ou duas temporadas no exterior antes de voltar ao Brasil para jogar em um dos grandes clubes. O futebol árabe, chinês e inglês estão entre as possibilidades no momento, de onde houve sondagens pelo jogador de 32 anos recentemente, os salários são maiores que o padrão do futebol brasileiro.

Mas há esperança tanto de diretorias do Atlético-MG, Palmeiras e São Paulo, que tem de torcer para que o atacante não acerte com nenhum clube do exterior nos próximos dias. Um dos motivos é que as janelas de transferências no futebol árabe e na Inglaterra estão mais próximas de ser fechadas, ou seja caso não haja acordo em breve, Diego Costa teria que optar em retornar ao futebol brasileiro ou ir para a China.

Interessados em Diego Costa devem intensificar conversas

A janela de transferências em território no Brasil só reabre após o final do Brasileirão, no fim de fevereiro, mas os clubes já estão de olho em reforços e movimentam no mercado. Apesar do irmão do atacante achar difícil a volta de Diego Costa ao Brasil no momento, é certo que caso o centroavante não acerte com nenhum clube do exterior nos próximos dias, a possibilidade se torna viável, e Galo, Palmeiras e São Paulo teriam boas chances.

Deixe seu comentário