Futebol na Bielorrússia: do anonimato para o sucesso

0

Você é capaz de falar quais são os principais jogadores e times do campeonato bielorrusso de futebol? Saberia dizer se tem brasileiro fazendo gols importantes nessa competição? Se essas perguntas fossem feitas há pouco mais de três meses, a resposta, provavelmente, seria não.

Afinal, o futebol na Bielorrússia saiu do anonimato para entrar na casa de fãs de 10 países diferentes há pouco tempo. O motivo é simples: foi o único país europeu a não paralisar as competições neste ano.

A medida tornou a  Vysshaya Liga, também chamada de Premier League da Bielorrússia, a alegria de amantes do futebol na Rússia e na Índia, onde vivem mais de 1 bilhão de pessoas.

Hoje, milhões de torcedores de outras nacionalidades têm na ponta da língua a escalação de diversos times bielorrussos, como o Dinamo Brest, o FK Gorodeya e do Belshina Brobruisk, algo inimaginável há menos de seis meses.

História

Antes de ser a salvação dos amantes do futebol, a liga bielorrussa deu os primeiros passos para o profissionalismo ao ser criada, em 1992. Atualmente, tem 16 times que disputam o título em dois turnos com pontos corridos.

O primeiro colocado se classifica para pré-Champions League, mata-mata que define as últimas equipes que entrarão na fase de grupos. O segundo e o terceiros colocados se classificam para a Liga Europa. Os dois piores times são rebaixados para a segunda divisão.

O Bate Borisov é o maior vencedor da competição nacional, com 15 títulos. É o time bielorrusso mais conhecido no exterior por já ter conseguido participar da fase de grupos da Champions League.

O atual campeão é o Dinamo Minks, que já levantou a taça 7 vezes. Essa conquista levou a equipe a ser a preferida em sites de aposta esportiva online da Bielorrússia, o que, sem dúvida, chama bastante a atenção dos fanáticos por futebol.

Brasileiros têm espaço garantido

Se a bola está rolando nos gramados do mundo, o Brasil tem um destaque especial. O futebol na Bielorrússia não foge dessa regra. Um bom exemplo é atacante Gabriel Ramos, que já marcou dois gols e deu três assistências pelo Torpeno Zhodina, em sete rodadas.

Com passagens pelas categorias de base do Bahia e do Flamengo, Gabriel quer ajudar a sua equipe a conquistar o primeiro título da Vysshaya Liga. Para isso, conta com a ajuda de outro brasileiro, o meia Lipe Veloso, de 24 anos, que está otimista com o desempenho da equipe na temporada.

Em entrevista para o site de aposta esportiva Betway Esportes, Lipe Veloso disse que ficou surpreendido positivamente pela estrutura do futebol na Bielorrússia. “O Centro de Treinamento do Torpeno Zhodina e a qualidade técnica dos jogadores e dos treinadores são de alto nível”, enfatizou.

Antes de chegar ao Torpeno Zhodina em abril deste ano, Lipe Veloso teve passagens por equipes da Ucrânia e do Japão. O meia está animado com a visibilidade do futebol na Bielorrúsia no momento e acredita que pode contribuir para a equipe chegar ao primeiro título nacional.

“Estou muito satisfeito com o estádio e o gramado, o que contribui bastante para apresentar o meu futebol. O meu treinador também valoriza bastante a habilidade do jogador brasileiro. Estou me adaptando bem ao futebol daqui, em que a força, a velocidade e a tática são muito exigidas”, destacou.

Agora, o futebol na Bielorrússia está dividindo as atenções com a Bundesliga. Mas isso não tira o fato de a Vysshaya Liga ter saído do anonimato e ter feito a alegria de milhões de torcedores em vários países.

Deixe seu comentário