Grêmio entra na disputa com Fla e se aproxima de acerto com Rafinha

0

O Grêmio entrou na disputou com o Flamengo por Rafinha e se aproximou de um acordo com o experiente lateral-direito de 35 anos. O jogador está livre no mercado desde a sua rescisão com o Olympiacos, da Grécia, e tinha prioridade pelo Rubro-Negro no retorno ao Brasil, mas não houve acordo até o momento com o Fla e abriu brecha para os gremistas.

No momento há conversas em andamento entre o Grêmio e o lateral-direito, existe ainda um certo otimismo por parte da diretoria do Tricolor gaúcho por um acordo. Não ainda no momento nada assinado ou fechado, mas a negociação está avançadas. O contrato seria de uma temporada, com opção de renovação, Rafinha está balançado com essa proposta.

O técnico Renato Portaluppi está no Rio de Janeiro de folga, e participou diretamente das conversar com Rafinha nos últimos dias, e vem mantendo contato. O treinador manifestou o desejo de levar o jogador para o Grêmio em algumas entrevistas, a contratação não é uma unanimidade no Tricolor gaúcho, visto que existe quem defenda dar espaço á jovens.

Nos últimos dias as negociações entre o Flamengo e Rafinha travaram, existe detalhes não acertados, e essas tratativas podem ser finalizadas em breve, de acordo com a vontade das partes, sejam por um acordo ou desistência. Campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro de 2019, o lateral rescindiu o contrato com o Rubro-Negro em agosto de 2020 para voltar à Europa, mas resolveu retornar ao futebol brasileiro no inicio desse ano.

Rafinha chegaria para ser o titular da equipe de Renato Portaluppi

Atualmente para a posição, o Grêmio conta com o experiente Victor Ferraz e com o jovem Vanderson, mas Renato Portaluppi quer a chega de um reforço para o setor, e tem Rafinha como principal desejo. Parte da diretoria do Grêmio, como o próprio presidente Romildo Bolzan Jr. defendem apostar em jovens revelados na base, como Felipe, que estava no Brasil de Pelotas por empréstimo, mas a vontade do técnico pode pesar mais alto nisso.

Deixe seu comentário