Palmeiras planeja tentar repatriar o atacante Anderson Talisca

0

O Palmeiras tem um novo alvo no mercado para o ataque, trata-se de Anderson Talisca, atualmente no Guangzhou Evergrande, da China. Conforme apurado com a indefinição da situação de Rony, sem resposta do Athletico-PR, o Verdão agora foca em um plano B para essa temporada, a ideia é trazer um reforço de peso que chegue para impactar o time.

Vanderlei Luxemburgo gosta bastante das características de Anderson Talisca e teria dado aval para a possível negociação. O atacante completou hoje 26 anos, e é protagonista no Guangzhou Evergrande, onde está desde 2018 e acumula 44 jogos e 32 gols marcados, além de muitas assistências, mas pode sair devido o surto do coronavírus na China.

Revelado nas categorias de base de Vasco e do Bahia, o meia-atacante está no futebol do exterior desde 2014. Talisca acumula passagens passou por Benfica, de Portugual, e pelo Besiktas, da Turquia, antes de ir para o futebol chinês. A diretoria do Palmeiras o vê como nome ideal caso a negociação com Rony continue sem sucesso nas próximas semanas.

Assim como outros brasileiros que jogam na China, Anderson Talisca está cogitando deixar o futebol chinês por devido risco de contaminação pelo surto do coronavírus. O camisa 9 tem contrato até junho de 2022, mas pode pedir para ser emprestado ou negociado em definitivo. Nesse panorama o Verdão pode fazer uma proposta para comprar o passe do jogador, ou até mesmo tentar um empréstimo com opção de compra fixada.

O lateral Matias Viña é o primeiro reforço para essa temporada 2020

Na tarde da última sexta-feira, o ​Palmeiras anunciou o uruguaio Matias Viña, de apenas 22 anos, como seu primeiro reforço para essa temporada. O jogador é considerado uma das maiores promessas recentes do futebol uruguaio, e o clube Alviverde pagará algo em torno dos R$ 16,6 milhões por 50% dos direitos econômicos ao Nacional-URU, agora o diretor de futebol Anderson Barros vai em busca de reforços pontuais para outras posições.

Deixe seu comentário