Corinthians, Palmeiras e Santos disputam Michael, destaque do Goiás

0

Revelação do Goiás na temporada com 16 gols em 55 jogos, o atacante Michael entrou na mira de Corinthians, Palmeiras e Santos. O jogador vem chamando á atenção pelo bom desempenho no Brasileirão na boa campanha do clube goiano, o Peixe já tentou um acerto no inicio do ano, mas a oferta foi recusada e agora vê os rivais também se interessarem.

Com isso Corinthians, Palmeiras e Santos devem disputar o atacante Michael com clube do exterior, que já fizeram sondagens recentes. As boas atuações no Campeonato Brasileiro levam o jovem jogador a se valorizar e deve ficar no topo do mercado do futebol brasileiro nesse final de ano, o Goiás sabe que deve perder seu destaque e espera uma boa venda.

Os valores envolvidos são altos, apenas a transferência em definitivo é cogitada pelo Goiás, que está respaldado com o contrato com o jogador até o final de 2021. O clube goiano vem pedindo inicialmente 50 milhões de reais para liberar a principal revelação do Brasileirão, além do trio de clubes paulistas, outros grandes também devem demonstrar interesse.

Michael é apontado como favorito para a conquista do prêmio de jogador revelação do Campeonato Brasileiro. O jogador é o segundo com mais dribles na competição, ele está atrás apenas de Soteldo, do Santos, nesse quesito, mas tem desempenho melhor que o venezuelano, marcou nove gols, deu quatro assistências e participou da maioria dos gols do Goiás no torneio, sendo importante na boa campanha do clube na temporada.

Com um futebol alegre e decisivo, Michael chama á atenção do mercado

Michael tem atualmente tem encantado os principais cronistas esportivos e torcedores do futebol brasileiro por seu futebol alegre. Com dribles, rapidez e ousadia, o atacante de 22 anos sempre encante com suas jogadas no ataque, desconsertando zagueiros adversários com uma habilidade bastante acima da média. A história do jogador também é bonita com vários momentos de superação, para muitos ele já merece estar na Seleção Brasileira.

Deixe seu comentário