CR7 e Pogba e as retiradas de refrigerante e cerveja nas entrevistas

0

Há poucos dias Cristiano Ronaldo que está disputado a Eurocopa com a seleção de Portugal, foi participar de uma entrevista coletiva e antes de iniciar tirou as garrafas de Coca-Cola de cima da bancada. O produtor é colocado ali, pois a marca é patrocinadora do evento.

Então, depois que a França venceu a Alemanha por 1×0 na Eurocopa, com grande atuação de Paul Pogba, que foi eleito o melhor jogador da partida, o meia foi participar da entrevista coletiva de imprensa e teve uma atitude similar, removendo uma garrafa de cerveja Heineken da bancada.

As atitudes por parte dos jogadores podem até ser naturais, não envolvendo questões de patrocínios concorrentes ou algo do tipo, porém isso acabou acarretando em grandes prejuízos, a Coca-Cola perdeu quase 4 bilhões em ações após a atitude do jogador e embora em uma menor proporção o mesmo deve acontecer com a marca de cerveja.

Embora não seja algo intencional, tais atitudes deveriam ser proibidas por parte das federações, afinal de contas os jogadores gostem ou não dos produtos, eles pagam milhões de euros para terem a posição de destaque e esse dinheiro vai para as federações, que por sua vez paga as seleções também.

Então, seria mais adequado que os jogadores manifestassem sua opinião de forma pessoal, não em uma coletiva de imprensa em que as empresas pagaram e muito bem para estar ali, isso é um desrespeito com o investimento das marcas.

Deixe seu comentário